Ícone do site Sechat

O que é a Teoria da Relatividade ?

Anúncios

Primeiro, ela não é “apenas uma teoria”, “teoria” na ciência é algo já muito bem comprovado, passou nos testes e tudo mais. Tá valendo!

Ela pode ser dividida em Relatividade: Especial e Geral. Uma veio primeiro e a outra expandiu o conceito para gravitação

E claro, esses nomes foram dados depois, ninguém estava: “opa, estou criando a Relatividade”

A Relatividade Especial surgiu num meio confuso, com contribuições de Poincaré, Lorentz, Einstein, Minkowski e outros. A ciência não é feita por uma pessoa só

Ela veio da necessidade de casar a teoria eletrodinâmica, proposta anos antes com a já bem estabelecida mecânica Newtoniana, a que todo mundo conhece

Eletrodinâmica é aquela que tanto compreendeu os fenômenos elétricos, magnéticos como descobriu de fato o que é a luz

Sabe quando você está parado e passa alguém ao seu lado ? A distância dela para você vai aumentando ou diminuindo de acordo com a velocidade dela e direção que está indo ou vindo, certo ?

Se estou no ponto zero, alguém me passa e eu a noto a 2m de mim ainda andando, bem, ela está a 2m de mim, certo ?

Certo. Mas apenas na realidade Galileana, de Galileu Galilei, daquelas equações de cinemática da escola

Para que o eletromagnetismo, que estava já muito bem aceito, casasse com isso era preciso modificar essa ideia de velocidade relativa entre observadores, ou seja, pontos de referência
Acontece então que se eu estou parado e você passa por mim a nossa distância não depende apenas da nossa velocidade como antes imaginado, ela é dividida por um fator do tipo v/c. v é velocidade da pessoa e c é a velocidade da luz

Ou seja, se alguém está com uma velocidade v em relação a você, a distância entre vocês não é simplesmente a velocidade vezes o tempo. O espaço se contrai entre você e essa outra pessoa
E para compensar o tempo passa diferente também em relação ao dois, mas em vez de dividido, ele é multiplicado por aquele fator tipo v/c
Ué, então o mundo calcula isso errado ? Aprendemos errado na escola ? Sim e não!

c é a velocidade da luz, que dá 1 079 252 848,8 km/h (sim, é bilhão). Então eu e tu, andando numa Ferrari a 300 km/h somos nada comparado a essa velocidade. Aí aquele fator v/c é insignificante e pode, matematicamente, ser desconsiderado.
Olha só: 300/1079252848,8 = 0,0000002, ou seja, a dilatação e contração espaço-temporal é insignificante a velocidades baixas do dia-a-dia, mas MUITO importante em outros fenômenos.

Ah, claro. E para eu e para você que está a uma velocidade diferente da minha, para cada um de nós o tempo passa normalmente, é nosso tempo próprio. O negócio está no tempo e espaço relativo entre nós, o que um vê do outro.
Pode parecer coisa de outro mundo, mas nosso GPS depende dessas correções de contração e dilatação da posição para funcionar. Pense nisso na próxima vez que abrir o mapa no celular!

Esse papo todo surgiu apenas para fazer o eletromagnetismo casar com o resto da física. Disso então se fez uma nova física.
Quase imediatamente Einstein tomou a frente em generalizar esse princípio da relatividade, ele percebeu que com isso a gravitação universal de Isaac Newton também poderia sofrer algumas alterações. Essas alterações mudaram totalmente a nossa visão do Universo. Mas isso fica para outro post.

pix: contato@sechat.blog
Apoiase: apoiosechat

Sair da versão mobile