A Irreversibilidade Do Tempo

Talvez a grandeza física mais difícil de explicar ou mensurar, e que frequentemente estamos sobre a sua total dependência. Presente em filmes, músicas, séries, e no nosso pulso, o tempo é uma da áreas de estudo mais enigmáticas, misteriosas e irritantes da ciência e da filosofia. Muitos estudiosos dedicaram suas vidas a tentar descrever o que seria esse fenômeno, e até hoje, pouco se sabe sobre o mesmo. Mas a pergunta que devemos fazer é… como funciona o tempo ?

A nossa sensação de tempo é bastante subjetiva, ele sempre está avançando, entretanto, 5 minutos podem ser muito pouco ouvindo uma musica de seu artista predileto, ou pode parecer uma eternidade se você estiver na fila do banheiro; mas não pense que somente o nosso tempo é relativo, segundo Einstein, o tempo EM SI, é relativo, dependendo sempre do ponto de vista e variando de acordo com a velocidade e a gravidade de quem o observa

O paradoxo dos gêmeos exemplifica essa ideia, nele, o tempo passa mais lentamente para o irmão que estava na espaçonave, sobre altas velocidades

Para alguém em velocidades próximas a da luz ou sobre uma intensa gravidade o tempo passa mais lentamente do que para uma pessoa parada ou sobre menos gravidade. Segundo a teoria da relatividade, nessas situações o tempo se dilata e a sensação de passagem é a mesma, a diferença só aparece com relação a outro ponto de vista. É por esse motivo, que é necessário corrigir o tempo que satélites de GPS marcam, pois o mesmo está mais distante da terra e sobre menor força gravitacional, sendo assim, cada segundo registrado nele passa mais rápido em relação aos relógio na terra.

Segundo a lei da gravitação universal, o quanto mais distante do planeta um corpo está, menor será a força gravitacional nele exercida

O tempo não somente varia, como que para uma grande parte da física ele não tem direção. As clássicas equações que descrevem movimento funcionam para calcular o futuro, mas também podem descrever o passado. Se você calculasse a distancia percorrida de um corpo, levando em consideração velocidade e tempo, a mesma equação se aplica se você voltasse no tempo. Deixando as coisas um pouco mais complicadas, o comportamento do pósitron, pode ser descrito como um antielétron (partícula com mesma massa de um elétron mas carga oposta), mas também o de elétron voltando no tempo, como demonstrado por Richard Feynman.

Sem pânico!!!!! Esse é somente um diagrama de Feynman representando o espalhamento de elétrons. A ideia de que um pósitron é um elétron voltando no tempo surgiu da colaboração entre o físico Richard Feynman e seu conselheiro John Wheeler

Para Einstein, a dimensão do tempo existe, mas podemos ir para frente ou para trás nela, fazendo o passado e o futuro coexistirem; entretanto, não é assim que sentimos, pois para nós, estamos sempre avançando no tempo. Podemos lembrar do passado, mas não do futuro; vivemos no tempo presente, que passa e não volta, ficando no passado, como a ultima palavra que você acabou de ler, e da mesma forma que esse parágrafo ficará em sua lembrança passada, logo após o ponto final.

Para boa parte da física, o tempo é reversível, porém, em 1927, Sir Arthur Eddington, propôs que a desordem (Entropia), faz com que o tempo siga um único caminho. Essa desordem sempre se acumula no universo como descreve a segunda lei da termodinâmica, e isso impediria o tempo de voltar. Se você visse um vídeo com a trajetória de um pêndulo simples, seria difícil saber se o vídeo está sendo reproduzido de trás para frente, ou não. Mas se o vídeo reproduzisse uma explosão ou um copo de vidro sendo quebrado, seria muito mais evidente a forma com o qual o tempo está avançando.

A desordem de um sistema nos demonstra a ordem certa de acontecimentos em uma possível linha do tempo

Para Richard A. Muller, a expansão do universo após o Big Bang, não só cria 3 dimensões espaciais, como também a dimensão do tempo. Estamos sempre vivendo em uma fronteira de um tempo recém criado no agora, explicando o fato do tempo fluir somente em uma direção; e o futuro não existiria, pois o mesmo precisaria ser criado.

Se o tempo é reversível para o universo, para nós, infelizmente não é. Por isso, se você desperdiçou seu tempo a toa, não há nada que se pode fazer, e ele vai continuar passando cada vez mais rápido. Sendo assim, se não pode voltar ao passado, aproveite que seu futuro ainda não se formou. Aproveite seu tempo estando com a pessoa que ama, fazendo o que gosta, exercendo a profissão que sempre sonhou, aprendendo e ensinando, e moldando seu futuro com muitas histórias para contar. Por isso, obrigado por ceder seu tempo a esse texto, assim como foi um prazer ceder o meu tempo escrevendo-o

Referências:

https://www.youtube.com/watch?v=4GGS9XQpbkM,

https://domtotal.com/noticia/1339923/2019/03/a-entropia-de-um-sistema/,

https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-e-a-teoria-da-relatividade-2/

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.