A Sociedade Brasileira de Física decidiu agir, mas esqueceu do “Física e Afins”

Meu nome é Gabriela Bailas, sou Doutora em Física Teórica de Partículas e trabalho como pesquisadora no Japão. Além de trabalhar como pesquisadora, faço divulgação cientifica no YouTube, através do canal Física e Afins. Também sou co-host no podcast Panoramas.

Hoje o meu post é um resumo de várias coisas que vêm acontecendo desde o ano passado. Quer entender a história?

No dia 7 de Agosto de 2019, iniciei uma campanha pedindo que a Sociedade Brasileira de Física (SBF) se pronunciasse em relação aos ataques que a Física vem sofrendo por parte de diversas pseudociências. Especialmente aquelas que incluem o termo “Quântico”.

Escrevi uma carta aberta direcionada a SBF e compartilhei tanto no Twitter quanto no Instagram. Minhas publicações, que podem ser vistas abaixo, ganharam uma grande repercussão nas redes sociais e eu agradeço imensamente ao meu público.

Publicação no Instagram

Publicação no Twitter

Devido a toda repercussão a carta chegou as mãos da SBF e foi publicado no site da mesma. O link para a publicação é: http://www.sbfisica.org.br/v1/home/index.php/pt/opiniao/941-carta-aberta-a-sociedade-brasileira-de-fisica-sbf

Minha carta também foi enviada por email para todos os membros e sócios (ou ex sócios) da SBF.

Desde então, venho lutando com a ajuda do meu público contra toda uma gama crescente de pseudociências. Do meu ponto de vista, o caminho é longo, mas ele vale a pena. Muitas pessoas já estão entendendo que várias das ditas “terapias alternativas” que incluem “Quântico” no nome (ou qualquer outro termo científico) não possuem relação com a Física.

Após a publicação da carta, recebi um email da SBF informando que a mesma iria verificar o meu pedido, discutir em reuniões e voltariam com alguma resposta. Até o dia de hoje, 14/02/2020, eu não recebi NENHUMA resposta por parte da SBF.

O que ficou foi um grande silêncio.

Entretanto, ontem, 13/02/2020, no site da SBF a seguinte notícia foi postada: “SBF vai criar uma comissão para checagem de notícias, a VeriFísica”.

Agora, eu vou explicar um pouco sobre o “VeriFísica” que, particularmente, acredito que seja uma iniciativa maravilhosa e será de suma importância. O site do “VeriFísica” irá avaliar se notícias e/ou informações fornecidas pelo público possui viés científico ou não. Essa avaliação será feita por membros da SBF e/ou por professores e alunos convidados.

A ideia é que o pública tenha certeza se o que eles estão lendo ou ouvindo é algo científico de fato ou não.

Resta saber quando esta iniciativa será colocada em prática e o tempo que a SBF levará para averiguar cada informação. Bom, mas esta discussão fica para um outro momento.

Eu gostei muito desta iniciativa, porém acredito que faltou um retorno por parte da SBF, visto que o Física e Afins iniciou a campanha.

Escrevi a carta aberta e ela foi compartilhada por centenas de pessoas. Pessoas que ajudam DIARIAMENTE no combate a pseudociência.

Fui realmente surpreendida com o anúncio da criação do “VeriFísica” e como Física esperava uma resposta.

O Física e Afins luta diariamente para que “terapias alternativas” parem de usar o termo “Quântico” e outros termos relacionados a Ciência de maneira equivocada.

Acrescento, que eu teria tido o maior prazer em contribuir para a criação do “VeriFísica”. Eu, inclusive, poderia haver informado termos e técnicas que já sei que não são cientificas para que o site do “VeriFísica” já fosse lançado com informações importantes para o público.

Se NÓS CIENTISTAS quisermos combater a pseudocência precisamos nos unir.

Enquanto isso, continuo no aguardo de alguma resposta por parte da SBF e/ou da comissão do “VeriFísica”. E completo, que mesmo sem resposta o meu trabalho irá continuar. Meu agradecimento maior vai para todo o público do Física e Afins que está nesta luta JUNTO COMIGO!

Comentários

2 comentários em “A Sociedade Brasileira de Física decidiu agir, mas esqueceu do “Física e Afins””
  1. Rui Bailas disse:

    Parabéns Dra. Pela iniciativa, continue desenvolvendo seu excelênte trabalho. Tenha a certeza que SBF tem uma dívida eterna contigo, pois, abristes os olhos deles para um assunto deveras relevante. Acredito que a sociedade toda vislumbra os frutos positivos do teu trabalho e agradece teu empenho. Agora é necessário fiscalizar a criação e desenvolvimento do trabalho dessa comissão.

  2. Professor Aldumon disse:

    Parabéns Dra. Acompanho publicações suas e da SBF.
    Na minha opinião, a SBF, ainda que muito influenciada pela opinião científica, se move politicamente. Dentro de uma estrutura de interesses e esquemas. Logo, sua ideia é de grande valor para a justificativa de “criação” de uma comissão com pessoas que já participam dos esquemas e que aguardam justificativas para suas “fontes”.
    Em geral, o interesse dessas comissões nem chega a ser atuar no problema da desinformação. Pelo contrário, o interesse fica sendo de manter a desinformação. Não há como aproveitar toda sua bagagem de estudos e fontes dessas desinformações se o interesse deles é o inverso. Se a caso você fosse chamada para apoiar a VeriFísica iria atrapalhar o esquema com seu objetivo real de divulgação científica.
    De qualquer forma, a gente só consegue mudar isso, com iniciativas como a sua. Mesmo que com a criação do VeriFísica não tão bem fundamentada. Ainda assim, obriga a exposição. E quanto maior for a exposição da SBF, maior a dificuldade em manter esquemas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.