A Longevidade da Informação

Você provavelmente se sente a pessoa mais civilizada do mundo ao pensar em como nós humanos atuais possuímos eficientes meios de preservação de informação. Mas será mesmo ? Pense nas civilizações antigas, pense como é complicado saber por certeza o que realmente elas faziam, como estudar tudo isso não é fácil. Mas veja, não é bem porque elas não datavam o que faziam, exceto claro as que não possuíam escrita, mas porque preservar escrita por diversos séculos, ou milênios, não é uma tarefa fácil, e na verdade nem mesmo é pensada para durar todo esse tempo.

Veja bem, os Maias, grande civilização americana, muito culta, cheia de conhecimentos que desafiavam a ciência europeia da época do descobrimento. E hoje temos que ler em pedras o que eles sabiam. E então você pensa “nossa, escrever em pedra, que arcaico!”. Bem, os Maias desenvolveram livros diversos, escreviam bastante. Veja.

dresden_codex_maya1

O que acontece é que após serem conquistados um bispo espanhol, por acreditar ser tudo obra pagã, ou do demônio, decidiu queimar todos os volumes possíveis. Restaram no mundo atualmente 5 desses códices maias, ironicamente protegidos pela Igreja. O mesmo pode ter sido visto na época totalmente recente da Segunda Guerra Mundial, onde os nazistas realizavam cerimônias de queima de livros. Ou que tal voltarmos um pouco mais e contar as diversas vezes que a Biblioteca de Alexandria pegou fogo ou passou por desastre similar ? Documentos foram perdidos, anos de progresso de ciência perdidos. Lá se encontrava estudos dos gregos sobre o raio do planeta! Por sorte salvo pela sorte do tempo.

Dessa forma, que inteligentes foram esses povos, escrevendo em pedras, por sorte da inteligência deles, não exclusiva à engenharia, tivemos acesso à nossa própria história e a história do nosso conhecimento, que, querendo ou não, possui raízes diretas com os sumérios, ou você acha que contamos o tempo em 60 segundos e 60 minutos a toa ? De alguma forma de sorte esse conhecimento foi preservado até os dias de hoje, mas dentre esses milhares se perderam. O que dizer do futuro da civilização atual ?

Bem, hoje temos bons sistemas de preservação de livros, temos uma larga produção de livros. Mas veja, não sabemos o futuro. Papel não é um bem eterno, ao menos não sem o devido cuidado. E então nos deram a solução: formatos digitais! Bem, ao menos que tenhamos energia elétrica, certo ? E sempre, sempre, manutenção. Não existe uma forma muito prática de guardar informação intacta por aí, talvez em pedras, mas se com o tempo até pedras falham… o que mais ? A sonda Voyager carrega ao longo do universo um disco de ouro, com certeza mais seguro que vinil, mas com a quantidade atual de informação que produzimos, faltaria ouro no mundo.

bibliotechaalexandrina1
A nova Biblioteca de Alexandria

Mas esse texto não pertenceria a esse site se não houvesse no final ao menos uma visão de solução. Sechat é a deusa da escrita, para os antigos egípcios, a inventora da escrita egípcia. É preciso de um lugar para a humanidade, um lugar neutro, mais neutro do que qualquer órgão multigovernamental.

A wikipedia atualmente é o que melhor representa, e mesmo assim não é uma porcentagem significativa do que isso seria. No universo de Star Trek foi criada a Memory Alpha, uma biblioteca em um planetoide, independente de conflitos e guerras, totalmente neutra(ou quase), que podia ser acessada por qualquer um, que possuísse uma nave. Sendo realistas, precisamos aqui também de uma arca de conhecimento. Instituições espalhadas pelo mundo preservando e aglutinando continuamente todo o conteúdo relevante criado, que possa ser acessada de qualquer ponto de internet, e, por segurança, também possua cópias físicas de conteúdo. É preciso preservar ela desde simples problemas de abastecimento de energias, até mesmo explosões nucleares e tempestades solar. Um pouco de exagero, mas quem sabe não falavam a mesma coisa quando os Maias escreviam em pedras enquanto produziam grande quantidade de livros ?

Guilherme Vieira, pensando em usar apenas conteúdo digital para leitura atualmente


Quer se manter atualizado ? Assine a newsletter: https://goo.gl/GZrrNe

Apoie o meu trabalho: https://apoia.se/sechat


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s